TRADER – A Profissão do Futuro – Youtrading

Artigos

A Youtrading disponibiliza para você uma série de artigos

TRADER – A Profissão do Futuro

//
Posted By
/
Comentário
/
Categories

Trader é a denominação dada aos profissionais que realizam operações de curto prazo no mercado financeiro, buscando se beneficiar da volatilidade do mercado, proporcionando inúmeras oportunidades no decorrer do horário de negociação (pregão), e assim auferindo lucros para o negociador (trader). A estratégia de um trader consiste basicamente em comprar ou vender ativos do mercado financeiro, às vezes em segundos acontece uma operação (daí a importância da liquidez), os ativos podem ser ações, dólar, contratos DI entre outros.

Essa profissão é de fundamental importância para o funcionamento do mercado, uma vez que é o trader, através de suas negociações que aufere liquidez aos mercados, estabelecendo a interação entre oferta e demanda, e assim, precificando os ativos.

Antigamente, os traders realizavam o pregão ao vivo, ficavam na bolsa de valores e faziam as negociações pessoalmente, mas a base da gritaria, onde os traders ganhavam a vida literalmente “a base do grito”, assim definiu um dos maiores traders da época, Masato Hishijima. Todos os operadores ficavam em um salão, e estes por sua vez representavam os agentes do mercado financeiro (bancos, corretores, fundos etc), e atuavam de acordo com as ordens dos clientes.

Com a extinção dos pregões ao vivo e transição para pregão eletrônico, cada vez mais a tecnologia começou a auxiliar nas negociações e milhares de ferramentas surgem todo ano. Isso contribuiu para o aumento da produtividade do setor e aumentos nos ganhos deste profissional, fortalecendo ainda mais essa carreira, além da criação de novos produtos financeiros, possibilitando mais oportunidades e volumes de negociação, visto que a volatilidade no Brasil nos últimos anos aumentou.

Perfil e pré-requisitos

Para ser um trader não existe formação especifica, visto que as técnicas utilizadas, conceitos do mercado e leitura de mercado é adquirido, parte em estudos direcionados e parte vem da própria experiência, operando no dia a dia, buscando se “calejar” e tornar isso como algo reacionário e instintivo, ao invés de emocional e eufórico, uma vez que quando as emoções entram em conflito com a estratégia técnica, pode acarretar em amargos prejuízos. É importante conhecer conceitos de economia e entender quais variáveis podem influenciar no movimento de preços desses ativos, buscar compreender qual a expectativa do mercado em relação à Economia na qual você opera, buscando sempre uma análise sensível e fundamentada, trazendo solidez em seus movimentos.

O Profissional deve ter um perfil analítico e mais voltado a exatas, geralmente formado em Economia, Engenharia, Matemática, quando estiver vinculado a alguma instituição, sendo trader de tesouraria, de corretota, etc, e quando trader autônomo, formação não é algo necessário.

E quanto ganha um trader? Essa pergunta é bem relativa, visto que pessoas são diferentes umas das outras e suas metas e expectativas diferem entre si, portanto, suas disposições a se expor a riscos também mudam, alguns são muito agressivos, outros mais moderados, cabe o equilíbrio para cada perfil. Há traders que auferem lucros de 2 a 3% no mês e consideram um bom objetivo, já outros buscam metas altas, às vezes até 10% ao mês, ou 40% do capital movimentado na operação, mas para isso o risco/retorno é bem elevado.

Resumindo, ser trader é uma profissão igual todas as outras no quesito capacitação, ou seja, é preciso tempo e esforço para se tornar um profissional de alto rendimento. Às vezes uma pessoa resolve virar trader porque viu “fulano” extraindo do mercado milhares de reais e acredita que fazendo um breve curso de no máximo um mês já estará apto a negociar com os “dinossauros do mercado”, mas desconhece a carga de conhecimento e experiência que esse “dinossauro” possui em sua história.

Fazendo uma analogia em realidades mais conhecidas, tomemos como exemplo um médico. Uma operação cardíaca de emergência é complexa e demanda muito conhecimento para ser realizada, entretanto você confiaria em um acadêmico do primeiro ano de medicina para fazer essa cirurgia? Provavelmente não! Não porque ele não será capaz um dia, mas sim porque ele não possui a carga necessária no momento. Ser trader é a mesma coisa, é preciso estudo e disciplina, para que gradativamente alcance a solidez financeira e operacional.

Marcelo Sampaio