Quem se lembra do Lehman Brothers? – Youtrading

Quem se lembra do Lehman Brothers?

Quem se lembra do Lehman Brothers?

//
Posted By
/
Comentário0
/
Categories

15 de Setembro de 2008, quase 8 anos atrás, aconteceria a maior falência da história dos Estados Unidos.

Lehman Brothers Holdings Inc. foi um banco de investimento e provedor de outros serviços financeiros, com atuação global, sediado em Nova York. Era uma empresa global de serviços financeiros que, até declarar concordata em 2008, fez negócios no ramo de investimentos de capital de venda em renda fixa, negociação e gestão de investimento. Seu negociante principal era o tesouro americano no mercado de valores mobiliários. A sede mundial da empresa estava em NY, além de filiais em Londres e Tóquio, bem como escritórios localizados em todo o mundo.

Na fatídica data mencionada, o banco pediu concordata, já que tinha prejuízos causados pela crise dos subprimes nos Estados Unidos. No dia seguinte, o banco britânico Barclays anunciou o seu acordo para a aquisição, sujeita à aprovação regulamentar do banco de investimento norte-americano e divisões juntamente com o seu edifício sede de Nova York. Na empresa, trabalhavam aproximadamente 10.000 empregados. Em 20 de setembro de 2008, uma versão revista do referido acordo foi homologado pelo juiz James Peck.

Em 22 de setembro de 2008, Nomura Holdings anunciou que tinha concordado em adquirir a franchising da Lehman Brothers na região da Ásia-Pacífico, incluindo Japão, Hong Kong e Austrália. No dia seguinte, Nomura anunciou a sua intenção de adquirir a Lehman Brothers e o investimento bancário e capital daquelas filiais na Europa e no Oriente Médio. O negócio se tornou efetivo na segunda-feira, 13 de outubro. Em 2007, as filiais não-americanas do Lehman Brothers foram responsáveis por mais de 50% da receita global produzida. A gerência de investimentos do Lehman Brothers foi vendida para a sua direção em dezembro de 2008.

Desde o início da sua crise nos mercados financeiros, a instituição viu o valor das suas ações encolher de US$ 82 para menos de US$ 4, uma queda de 95%. Tudo se decorreu porque o banco investiu fortemente em títulos ligados ao mercado do chamado subprime, o crédito imobiliário para pessoas consideradas com alto risco de inadimplência. 158 anos de história foram por água abaixo em uma dívida bilionária e praticamente “impagável”.

Rodrigo Rebecchi

Estas e outras curiosidades sobre o Mercado Financeiro você pode acompanhar na página oficial da Market News no Facebook. Curta e confira:
https://www.facebook.com/marketnews1/