O Caminho para a Proficiência os 5 passos – Youtrading

Artigos

A Youtrading disponibiliza para você uma série de artigos

O Caminho para a Proficiência os 5 passos

//
Posted By
/
Comentário0
/
Categories

Leiam, releiam, meditem e compreendam. Encontrei esse texto nos meus artigos de quando comecei a operar e sempre foi um texto que eu lia para relembrar que o caminho não é tão fácil assim!

– Passo um: Incompetência inconsciente

Esse é o primeiro passo que você toma quando decide se tornar um trader. Você sabe que é uma grande maneira de ganhar dinheiro porque você ouviu várias histórias sobre pessoas milionárias nesse ramo, a promessa de ganhar muito dinheiro trabalhando em casa e sem muito esforço é tentadora. É como quando você, pela primeira vez, pensa em dirigir um carro e acha que vai ser fácil. Então, pensa: “Não pode ser difícil. O preço só se move para cima ou para baixo. Quão difícil isso pode ser? Estou rico!!!!”

Infelizmente, assim como quando você se senta na frente de um volante pela primeira vez e percebe que não tinha a menor ideia de como fazer aquilo, abre várias ordens e assume riscos enormes.

Quando abre uma ordem e o preço imediatamente vai contra você, geralmente entra com mais e mais ordens, não importando a direção e o preço continua indo contra, de novo, de novo, de novo e de novo.

Mas é claro que você pode ter a famosa “sorte de principiante” e as coisas darem certo de maneira “mágica”. Mas isso é ainda pior, pois poderá dizer ao seu cérebro que será ainda mais simples e fácil, levando-o a arriscar mais dinheiro e aumentar ainda mais os riscos. Só que a realidade logo bate à porta. Você, então tenta reverter as perdas dobrando os lotes toda vez que as coisas vão mal. Algumas vezes, isso poderá dar certo, mas conforme continua, percebe que na maioria das vezes isso só piora as coisas. Pode terminar desmotivado e ferido. Nesta fase, está alheio a sua incompetência. Esse passo pode durar por algumas semanas ou meses e se ainda conseguir continuar, então pode ser bem provável que você passe para o próximo passo.

– Passo dois: Incompetência consciente

O passo dois é quando percebe que poderá haver muito mais trabalho envolvido para se tornar um Trader e que terá que se esforçar um pouco mais. Mas esse passo só começa mesmo quando você conscientemente percebe que não é um trader competente. Que não tem a menor ideia do que tentava fazer. Agora, se propõe a comprar livros, ler websites de todos os cantos do mundo, procurando um sistema perfeito, que poderá lhe trazer dinheiro, muito dinheiro. O Santo Graal.

Durante esse tempo você poderá ser um nômade. Muudará de sistema a sistema, método por método, dia após dia, semana após semana, nunca ficando com um sistema o tempo o suficiente para realmente testá-lo e ver se realmente funciona. Toda vez que conhecer um indicador novo, ficará em êxtase, se convencendo de que ele poderá fazer toda a diferença.

Testará EAs no MetaTrader, médias móveis, linhas Fibonacci, suporte e resistência, pivots, fractais, divergência, CCI, ADX e centenas de outros, tudo na inocente esperança de que algum dia encontrará o “sistema perfeito”. Tentará pegar os “fundos e topos”, o exato momento de uma reversão com os seus (nessa altura vários) indicadores. Frequentemente se verá segurando ordens no vermelho e até adicionando mais a negociação, porque pode ter certeza absoluta de estar certo. Entrará em conversas pela internet com outros traders que estão ganhando vários pips (demo) e você quer saber o porquê? O que eles fazem? Fará milhões de perguntas, algumas das quais são tão burras que lá no futuro, olhando para traz, se sentirá um pouco envergonhado. Conforme o tempo passa e o “sistema perfeito” não vem, você chega ao ponto de achar que todos aqueles que dizem ganhar x pips por dia só podem ser mentirosos. “Eles não podem estar ganhando isso, porque eu estudei bastante e não consigo”. Você sabe tanto quanto eles e só podem estar mentindo.

Mas você está lá, dia após dia e sua conta só cai. Não percebe, mas é igual a um adolescente – os traders que realmente fazem dinheiro lhe darão conselhos mas você é teimoso e não escuta – você não escuta conselhos, não você, que estudou tanto!

O tempo passa e a realidade bate a porta de novo. Você então decide escutar alguns conselhos, só que eles parecem não funcionar. Então, até tenta pagar por serviços que dão sinais, o que também não funciona. Vai atrás dos “gurus”, alguém que promete te transformar em um trader profissional (cobrando uma taxa é claro). Mas seja lá o guru bom ou não, continua não dando certo, porque você não tem experiência e nesse ramo, nada substitui a experiência. Esse passo é o mais exaustivo e pode demorar anos e anos. Esse também é o passo em que a maioria desiste, devido a mais pura frustração. Cerca de 20% desistem nos três primeiros meses – o que é bom. 60% continuam por volta de um ano e chegam a abrir uma conta real, mas como não têm controle dos riscos envolvidos acabam perdendo tudo. Os outros 20% chegam a durar até três anos, ganhando um pouco e perdendo um pouco. Mas apenas cerca de 10% ou 5% vão persistir e continuar por volta dos cinco anos e finalmente conseguir fazer dinheiro constantemente.

Engraçado que algumas pessoas questionam essa escala de tempo. Mais engraçado ainda é que nenhuma delas está no ramo há mais de três anos. Se você acha que está errado, então pergunte pra alguém que está no ramo há mais de 5 anos, quanto tempo levou para alcançar 100% de proficiência?

Claro, haverá exceções a regra, mas eventualmente, quando começar a sair dessa fase, perceberá que investiu mais tempo e dinheiro do que jamais teria imaginado. Zerou duas ou três contas, chegou até a desistir por 1 ou 2 vezes, mas voltou, porque agora isso está no seu sangue!

Então, um dia, num piscar de olhos, de um segundo para o outro a lâmpada se acende, então você entra para o passo três.

– Passo três: O primeiro momento Eureka!

Perto do final do segundo passo, começa a perceber que não é o sistema que fará a diferença e sim você e a sua abordagem. Começa a perceber que todo esse hype em cima de indicadores não vai te levar a lugar algum. Percebe a importância da gestão do capital e dos riscos. Você começa a ler livros sobre a psicologia dos mercados financeiros e se identifica com os personagens retratados nesses livros e então, chega no primeiro momento eureka.

O primeiro momento eureka faz uma nova conexão no seu cérebro. Você percebe que nem você, nem os pomposos economistas e nem ninguém consegue prever o que vai acontecer no mercado na maioria das vezes (de fato, pouquíssimas vezes existe um ditado de que os economistas previram 10 das últimas 3 grandes crises). Por causa dessa “revelação”, você para de querer saber e de dar valor ao que os outros pensam. O que essa notícia poderá causar? Qual o impacto que este evento poderá ter? Se tornou um indivíduo com seu próprio modo de pensar e operar e começa a procurar por padrões, a fazer perguntas e tentar descobrir os porquês, como, onde, quando, quem. Começa a vasculhar cada cantinho, cada possibilidade. Durante esse processo poderá ter vários outros momentos eureka. Você começa a trabalhar em cima de apenas um sistema, o seu sistema, que moldou de acordo com sua personalidade e conhecimento. Começa a aperfeiçoá-lo. Descobre os seus limites, quais as regras e os riscos envolvidos, até chegar ao ponto de ter sua primeira “vantagem” sobre o mercado. Começa a sair dos 50/50. Começa a entrar APENAS os sinais que seu sistema lhe dá. Quando as coisas vão mal, não se abala, pois sabe que não poderá acertar todas. Assim que percebe que a ordem está vai mal, simplesmente a fecha. Você para de olhar para o seu sistema o avaliando ordem por ordem e passa a avaliá-lo semanalmente, mensalmente ou até anualmente. Percebe que isso pode ser como um jogo, um cassino. Você agora é o cassino e não mais o cliente que entra para apostar. O cassino trabalha com a estatística a seu favor. O seu sistema agora pode TER uma vantagem estatística. Descobriu um pequeno ponto de ordem num mar de caos. Identificou um padrão, um fenômeno que ocorre no mercado, descobrindo-o que é INEFICIENTE e usa-o a seu favor. Já não depende mais da sorte.

– Passo 4: Competência consciente.

Você agora segue apenas o seu sistema. Aceita as perdas tão facilmente como aceita os lucros. Agora, deixa os lucros correrem. Aceita os riscos, pois sabe que seu sistema ganha mais do que perde e quando você está perdendo, simplesmente encerra, sem dor, sem stress. Sabe que há maneiras de melhorar o seu sistema. Começa a se preocupar mais com a gestão do seu capital. Agora, lê livros sobre gestão de risco e procura por meios de aumentar os lucros sem aumentar os riscos.

Nessa fase, também percebe o quão solitário é esse ramo. É difícil encontrar pessoas para conversar a respeito. Os fóruns no internet também não oferecem boas oportunidades, pois aqueles que sabem não falam, os que falam não sabem. As pessoas ao seu redor ou não sabem do que você está falando ou não dão a mínima. Parece algo à parte do mundo real. Com o tempo, as coisas começam a ficar cada vez mais mecânicas e menos emocionantes.

– Passo 5: Competência inconsciente

Agora, você apenas dirige o carro. Entra, senta no banco e dirige. Pode fazer tudo em um nível inconsciente, está no piloto automático. Começa a pegar apenas as grandes oportunidades. Agora, ganhar 200 pips num dia pode ser tão pouco excitante quanto ganhar 1 pip. Vê os newbies nos fóruns discutindo se o Dólar vai cair ou se vai continuar subindo, como se apostassem em um cavalo no páreo. Você se vê ali, só que alguns anos atrás. Dominou suas emoções e agora é um trader que pode fazer a conta crescer rapidamente. Tornou-se uma estrela nos fóruns na internet. Se reconhece nas perguntas dos newbies e até dá alguns conselhos e dicas, mesmo sabendo que não adiantar nada, porque são adolescentes. Alguns poderão estar onde você agora, mas infelizmente a maioria nunca passará do passo 2.

Operar agora se tornou chato e monótono, como em qualquer coisa na vida que você domina. É o seu trabalho, você só está trabalhando…

Eduardo Melo