Análise S&P500: Mamãe tomei todinho! – Youtrading

Artigos

A Youtrading disponibiliza para você uma série de artigos

Análise S&P500: Mamãe tomei todinho!

///
Comentário
/
Categories

Bom dia, Pessoal!

Antes de começar, gostaria de lembrar a todos aqueles que não leram a análise anterior podem fazê-lo Clicando Aqui.

Tendo dito isto, vamos direto ao que interessa…

– “Por dentro dos EUA”

Vou começar este “por dentro dos EUA” com os números sobre a economia norte-americana.

Na quarta-feira, dia 28/11, acompanhamos a divulgação do PIB da maior economia do mundo. O número veio conforme o esperado pela maioria dos economistas, registrando 3,50%. O número por si só não impactou tanto o mercado nem o valor do índice do dólar, contudo tivemos um pronunciamento fora do esperado pelo presidente do FED neste mesmo dia.

O atual presidente do FED expressou sua opinião que em decorrência dos atuais acontecimentos mundiais (citou o Brexit, a situação orçamentária da Itália e também as atuais disputas entre a China e os EUA), ele e os demais membros estão vendo a possibilidade de repensar a velocidade de sua política monetária, isto é, trazendo para um português claro, eles estão reavaliando se irão seguir aumentando a atual taxa de juros dos Estados Unidos da América ou não.

Expliquei com detalhes bem como graficamente o que isto pode impactar o mercado tanto nacional como internacional para todos do PROJETO SAT, como não podemos nos estender muito neste estudo, sintetizo que caso realmente o FED diminua o ritmo de sua política orçamentária, este fato poderá (teoricamente e praticamente já é conhecido e aceito por todas/vertentes econômicas) fazer com que o USD se desvalorize frente às grandes moedas e impulsione o mercado de bolsa como um todo, porém mais especificadamente alguns setores.

Mas vamos direto aos gráficos…

– Ilustração e Opinião

O S&P 500 fechou nesta última quarta-feira com uma pequena valorização de +2,30% impulsionado pelo discurso do FED.

Vamos dar uma olhada técnica no S&P500.

Acompanhamos o mercado fazer o movimento que desenhei no cenário 01 da semana passada retornando a níveis positivos no ano e vindo testar a região de suporte/resistência localizada em 2.747,11. Com esta movimentação vamos dar uma olhada em alguns cenários possíveis.

– Cenário 01: nos últimos três pregões os compradores dominaram totalmente os vendedores o que ajudou a elevar o índice novamente para um acúmulo positivo no ano. Caso este domínio pelos “touros” siga acontecendo, este fato pode aumentar as probabilidades de vermos um retorno aos “topos” feitos em fevereiro, março, junho, outubro e novembro, o que poderia aumentar ainda mais as probabilidades de acompanharmos o S&P 500 voltar a testar a região dos 2.834 pontos.

– Cenário 02: apesar dos vendedores terem perdido o domínio do mercado nestes últimos pregões é necessário não perder de vista que eles têm estado muito ativos no mercado, inclusive conseguiram (por duas vezes) trazer o índice para um acúmulo negativo no ano. Neste momento, o índice se encontra em uma região que foi considerada como “interessante” por eles em outubro e durante todo o mês de novembro. Caso os “ursos” retomem o controle do mercado nesta região, este fato poderia aumentar a probabilidade de vermos um novo teste na zona de suporte/resistência localizada em 2.698 e 2.672 pontos.

– Resumindo: Até o próximo estudo, teremos alguns fatos geopolíticos que devemos ter atenção, são eles:

  1. Divulgação da ATA do FOMC, o que estarei observando quais serão os novos comentários (se existentes) referente à política monetária dos EUA (conforme alertei no início deste estudo).

 

  1. Encontro do G20 na Argentina, principalmente o que se refere a um novo encontro entre os EUA e a China;

 

  1. Indicador criação de emprego (ADP) da maior economia do mundo.

 

Ressalto a importância do cuidado com o fluxo de capital no final de cada mês civil e este mês não seria diferente.

Bons trades e até o próximo estudo.

Marco R Simonetto

MTeamBRprojetosat.mteambr.com