Análise Ibovespa 1/4/19: Quando o “mago” freou a “besta” … IBOV a lá Senhor dos anéis – parte 2! – Youtrading

Artigos

A Youtrading disponibiliza para você uma série de artigos

Análise Ibovespa 1/4/19: Quando o “mago” freou a “besta” … IBOV a lá Senhor dos anéis – parte 2!

///
Comentário0
/
Categories

Bom dia, Pessoal!

Como sempre vamos dar um “giro” rápido pelo mundo e depois focamos em nosso índice BOVESPA.

– Giro Rápido pelo Mundo

Começamos nosso “giro pelo mundo” trazendo o consolidado das principais bolsas mundiais e os fatos que mais impactaram o mercado financeiro (ações, índices, moedas, metais, commodities).

Todo fim de mês modifico um pouco nossa analise semanal para trazer para todos um resumo de como foi a performance dos índices mundiais, bem como comento sobre os principais eventos econômicos e geopolíticos que afetaram os mercados.

Ásia-Pacífico – Acompanhamos um mês com um volume crescente de volatilidade nos índices orientais. Muito desse incremento de volatilidade pode ter se dado devido ao acordo que AINDA está em negociação entre os EUA-CHINA, contudo também tivemos diversos números decepcionantes na economia japonesa. Confirmando este fato, o próprio presidente do banco central japonês, mais uma vez, citou que as políticas que estão sendo executadas não estão conseguindo ter os efeitos esperados na curva de juros nos títulos de 10 anos japoneses e consequentemente sem o impacto na economia desejado pela equipe econômica. O Nikkei acabou fechando com -0,84% no mês enquanto o índice de Shanghai fechou em forte alta, registrando +5,09%.

“Velho continente” – Muito falamos em nossa lista de transmissão sobre o BREXIT e sem dúvida nenhuma é um dos assuntos mais falados no momento, afinal é algo que nunca tivemos antes, lembro de 2007 quando enfrentamos a crise do sub-prime e outros eventos únicos. Contudo não só de BREXIT o “velho continente” viveu neste mês, muitos economistas e analistas já estão sinalizando, há alguns meses, sobre os fracos dados econômicos que estão sendo divulgados das econômicas do bloco europeu e que o bloco poderia estar caminhando para uma recessão. Aqueles, como eu, que estão acompanhando os índices europeus sentiram na pele o que os fatos políticos e declarações de pessoas influentes podem fazer nos índices. Como venho sinalizando já a um tempo, notem que o GAP entre o DAX (índice alemão) e o FTSE (índice inglês) tem diminuído drasticamente, após ter se distanciado como anos não víamos. O DAX acumulou uma alta de +0,09% no mês de março enquanto o FTSE 100 registrou +2,89% no mesmo período.

América do Norte- Mesmo com muitos analistas criticando os números divulgados pela maior economia do mundo, a expectativa que se assine o novo acordo comercial entre os EUA e a China, aliado com os comentários “dovish” (viés baixista) do banco central norte-americano, somado aos novos números divulgados de exploração do petróleo (na região do TEXAS) apesar de trazer uma volatilidade grande ao mercado, ajudaram os principais índices norte-americanos a registrarem alta no mês de março, ressalto o índice NASDAQ 100 ( índice focado em empresas de “tecnologia) que fechou o mês com +3,96% e o S&P500 com +1,79%.

Após este breve relato do que aconteceu semana passada, abaixo aprofundo um tópico que debatemos bastante dentro do PROJETO SAT.

Cenário sobre a situação fundamental dos principais pares de moedas, fundamental para estar do lado correto do mercado.

– AUD – A evolução do acordo entre os EUA e a China … EXCLUSIVO PROJETO SAT – projetosat.mteambr.com

– CAD – Mais uma vez o banco central EXCLUSIVO PROJETO SAT – projetosat.mteambr.com

– EURO – Sigo com o mesmo viés sobre o EURO, isto é, EXCLUSIVO PROJETO SAT – projetosat.mteambr.com

– NZD – Acompanhamos ao vivo … EXCLUSIVO PROJETO SAT – projetosat.mteambr.com

– Pousando em nossa movimentada República

Apesar de termos acompanhado uma maior geração de empregos, a taxa de desemprego registrou uma leve alta de 0,4%, isto é está atualmente em 12,4%; o IGPM de março veio bem acima do que era o esperado pelos economistas, acumulando uma alta de 1,26% frente a uma expectativa de 0,70%; A relação Dívida/PIB subiu em fevereiro e está em 54,40%; novamente vimos brigas de “ego” no cenário politico e muita gente querendo aproveitar isto para criar um ambiente que atualmente não existe.

Nosso IBOVESPA conseguiu recuperar um quase a totalidade da forte queda que acompanhamos e registrou uma levíssima desvalorização de          -0,18% no mês.

Após esses “giros rápidos” vamos direto aos gráficos.

– Ilustração e Opinião

Tanto o índice EURO STOX 50 como o índice dólar fecharam em alta no mês de março, registrando +1,61% e +0,80% respectivamente, influenciados principalmente por fatos que comentei acima.

Vamos dar uma olhada técnica em nosso índice.

Como de praxe, a primeira imagem foi utilizada na última análise que foi divulgada, enquanto que a imagem seguinte reflete o que aconteceu nesta semana junto com os cenários.

Seguimos firme e forte, apresentando com uma semana de antecedência por quase 3 anos já, o estudo educacional sobre alguns cenários possíveis sobre nosso IBOV.

Inicialmente vimos um domínio dos vendedores, conforme comentamos no CENÁRIO 02 da semana passada, contudo a “força” deles não foi suficiente para manter nosso IBOV abaixo da zona de confluência que eu tinha marcado no gráfico, sendo assim, o controle nos últimos pregões do mês retornou para as mãos dos compradores que fizeram nosso IBOV retomar para dentro de nossa figura técnica. Observando o movimento de nosso IBOVESPA nesta semana, penso em dois cenários possíveis:

– Cenário 01: Foi necessário 2 pregões para nosso IBOV recuperar a queda da última quarta-feira, contudo este movimento serviu para mostrar uma vez mais da importância de marcar as regiões de confluência de fatores corretamente. Caso os compradores sigam no controle do mercado, este fato poderia fazer com que as probabilidades de vermos um novo teste da região de 97.500 pontos aumente, o que tecnicamente estaríamos rompendo a região de 50% da figura técnica, algo importante para qualquer analista técnico de preço. (vide gráfico, flechas azuis)

– Cenário 02: Peço que notem que voltamos à região que foi dominada pelos vendedores e que impactou fortemente nosso IBOVESPA. Caso os vendedores voltem com força e dominem nosso mercado, este fato poderia aumentar as probabilidades de vermos um novo teste na região de confluência de diversos fatores (círculo preto). Notem que se acontecer este novo teste, estaremos testando a base da figura técnica, que poderá gerar algumas oportunidades no mercado. (vide gráfico – flechas vermelhas)

– Resumindo: Em relação aos índices que sinalizam a atividade econômica do nosso país, chamo a atenção para terça-feira e quinta-feira com o índice de produção industrial e produção e venda de veículos respectivamente.

Vale reforçar que o ambiente político tem impactado fortemente nosso índice IBOVESPA, visto que estão sendo discutidos reformas estruturais que realmente impactam o futuro do país, portanto, recomendo seguirmos de olhos no congresso!

Os cenários que tenho postado aqui estão se mostrando sólidos e efetivos, visto que nosso Ibovespa tem oscilado dentro deles e caso você tiver interesse de ter acesso a um treinamento 100% gratuito comigo e com a equipe da MTEAMBR basta clicar aqui!

Espero você na próxima semana!

Marco R Simonetto

MTeamBR – TUDO EM UM SÓ LUGAR -> www.projetosat.mteambr.com

 

*Atenção: para ter acesso à um Conteúdo de Formação de Traders GRATUITO, do Básico ao Avançado, elaborado pelo nosso time de especialistas, acesse o link abaixo e inscreva-se em nossa Área de Membros:

>> EU QUERO: http://ead.youtrading.com/login