Análise GBPUSD: O que você precisa saber nesta semana! – Youtrading

Artigos

A Youtrading disponibiliza para você uma série de artigos

Análise GBPUSD: O que você precisa saber nesta semana!

///
Comentário
/
Categories

Olá, Trader!

Esta semana está marcada por Reuniões de vários Bancos Centrais pelo mundo, incluindo o nosso BACEN aqui no Brasil, que provavelmente não deverá alterar a Selic de 6,5% ao ano, por enquanto.

Na madrugada de segunda para terça-feira, já tivemos o Banco do Japão decepcionando seus investidores, afirmando que praticamente não vai alterar sua política no curto prazo, mantendo sua taxa de juros em negativos -0,10% ao ano e continuando com seu programa de estímulos ultrafrouxo, injetando uma grande quantidade de ienes na economia. Nesta quarta-feira, as atenções se voltam para o FED, que deverá manter as taxas de juros em 2%, mas poderá apontar mais 2 aumentos ainda em 2018. Especialistas indicam probabilidade de 90% para um novo aumento na próxima reunião em setembro e um último aumento na reunião de dezembro. Ambos poderiam ser na casa de +0,25%. Esta política de aperto monetário por parte do Banco Central dos EUA vai de encontro ao ciclo expansionista da sua economia, principalmente balizado pelos índices de inflação, que já se encontram acima da meta de 2% ao ano.

Porém, de todas as reuniões de Bancos Centrais pelo mundo nestes dias, a que mais pode chamar a atenção é justamente a do Banco da Inglaterra. Nesta quinta-feira, às 8h00 de Brasília, se tudo correr conforme o esperado, deveremos ter um aumento dos juros de 0,50% ao ano para 0,75%. O último aumento ocorreu em novembro de 2017. Algo que pode impedir esta alteração no momento seria a aproximação de um Brexit confuso até o momento. Caso realmente aconteça, é uma notícia com potencial para trazer volatilidade ao GBPUSD, provavelmente na ponta compradora.

Partindo-se para a nossa análise gráfica no período diário, podemos notar como nas últimas semanas os preços encontraram suporte na região compreendida entre os níveis de 1.2950 e 1.3050, sendo capazes inclusive, de romper o canal de baixa no médio prazo.

Caso seja confirmada a entrada da força compradora, poderemos ter extensões de alta até a próxima resistência entre os níveis 1.3375 – 1.3475 e no caso de um mercado mais otimista, até a importante zona entre 1.3700 – 1.3750.

Esta zona entre 1.3700 – 1.3750 merece destaque, pois foi num passado recente, a divisora de águas para uma inversão de tendência no longo prazo. Tínhamos um canal de alta no período semanal que foi rompido após a perda dessa região que funcionava na época como suporte. Portanto, se caso for testada novamente como resistência, poderá despertar o interesse dos vendedores, principalmente num primeiro momento.

Se caso os vendedores retomarem o controle do mercado no momento em que estamos, a ponto de perder o suporte em 1.2950, poderíamos ter mais quedas até o próximo nível inferior em 1.2775.

Vamos acompanhar e bons trades!

 

Rodrigo Rebecchi

Para mais conteúdo sobre Trading, Forex, Educação Financeira, Geopolítica, Macroeconomia e Análises do Mercado, me siga nas Redes Sociais:

SITE: www.rodrigorebecchi.com

INSTAGRAM: https://goo.gl/udhn4f

YOUTUBE: https://goo.gl/3cdUkb

FACEBOOK: https://goo.gl/Q1Pt5g

LIVE de Forex (Seg às 20h): https://goo.gl/3ihycp

CONTATO: [email protected]