Análise: Dólar X Coroa Sueca em região de Suporte Semanal e de olho no PIB do 4º Trimestre dos EUA – Youtrading

Artigos

A Youtrading disponibiliza para você uma série de artigos

Análise: Dólar X Coroa Sueca em região de Suporte Semanal e de olho no PIB do 4º Trimestre dos EUA

///
Comentário0
/
Categories

Olá, Trader! Para a nossa Análise Gráfica desta semana quero lhe trazer um par diferente, mas que gosto muito de operar. A maioria das pessoas comenta que pode ser uma furada negociar o Dólar X Coroa Sueca (USDSEK) devido ao alto spread, mas o que elas não entendem é que o spread é proporcional à volatilidade do par. Ou seja, é maior porque o par se movimento muito mais do que os tradicionais. Seus movimentos possuem amplitudes maiores. Sendo assim, um spread acima da média pode ser compensado pela quantidade de pips que o par geralmente se movimenta em suas subidas e descidas.

Dito isto, vamos ao que interessa. Na imagem abaixo, trago um panorama do gráfico no período semanal, para que você possa notar a importância da zona de suporte que os preços se encontram no momento, compreendida entre os 8.0250 e os 7.8850. Note como desde 2014 ela sustenta os preços numa faixa superior de negociação. Falamos de praticamente 4 anos de negociação acima deste nível, o que poderá despertar novamente o interesse dos compradores. Se isto acontecer, poderemos ter novas altas até a próxima resistência entre 8.1975 – 8.2525 e para os mais otimistas, no longo prazo, altas até o próximo nível em 8.5275.

No caso de um rompimento desta zona de suporte mencionada, aí sim poderíamos ter quedas mais bruscas, onde provavelmente os preços poderiam buscar o nível de suporte em aproximadamente 7.2975.

Uma peculiaridade do par que vale a pena destacar é o fator SWAP, que nada mais é do que a taxa de juros envolvida na negociação. No caso deste par, temos a taxa de juros para o USD de +1,5% ao ano e para o SEK, de -0,5% ao ano. Ou seja, quem operar comprado poderá ganhar nas taxas de SWAP a seu favor, que são compensadas na conta dia após dia de negociação com a ordem aberta.

Já no âmbito do Calendário Econômico para esta semana, teremos um evento que merece destaque na sexta-feira. O PIB americano referente ao 4º trimestre de 2017 será divulgado às 11h30 de Brasília e espera-se que o relatório mostre que o crescimento desacelerou para a taxa anual de 3,0% a partir de 3,2%. Se o PIB atender às expectativas, seria o terceiro trimestre consecutivo com crescimento de 3%, um padrão sólido e consistente que não é visto desde 2005. Se confirmado, poderá ser um cenário de fortalecimento ao Dólar. Caso contrário, de enfraquecimento.

Vamos acompanhar e bons trades!