Artigos

A Youtrading disponibiliza para você uma série de artigos

The Turtles Traders

//
Posted By
/
Comentário0
/
Categories

No começo dos anos 80 em Chicago, Richard Dennis, trader de mercadorias e futuros, especialmente commodities, teve um debate com seu sócio da C&D Commodities, William Eckhardt. O debate era sobre “natureza versus criação”, ou seja, comparar algo que já nasceu com determinada habilidade, com outra que adquiriu tal habilidade. Dennis acreditava que bons traders poderiam ser treinados, que especulação poderia ser ensinada, enquanto Eckhardt achava que não, para ele só algumas pessoas poderiam ser traders, todos os outros não, pois não tinham o talento ou as “vantagens naturais”.

Após levantar a problemática, decidiram fazer um experimento para descobrir quem estava certo. O experimento consistia basicamente em tentar treinar os mais diversos tipos de pessoas para ver se elas poderiam se tornar bons traders, e consequentemente fazer dinheiro pra firma, então colocaram um anúncio em vários jornais.

O anúncio dizia que Richard Dennis, da C&D Commoditites procurava por interessados em negociar commodities futuras e experiências anteriores em trading eram consideradas, mas não necessárias.

Assim, currículos com inúmeras diferenças surgiram. Caras com MBA, jogadores de blackjack, desempregados, uma gama bem heterogênea de currículos e competências Após uma triagem feita por Dennis e Eckhardt, candidatos identificados como potenciais cobaias foram selecionadas. Depois, os selecionados na primeira fase receberam uma carta dizendo que os que fossem de fato contratados receberiam um salário de 15% de seus lucros feitos com o dinheiro do Dennis e teria que se mudar para Chicago, além de um teste composto de 63 questões de verdadeiro ou falso e 5 questões que deveriam ser respondidas em uma linha.

As questões dissertativas eram:

1 – Diga o nome de um livro ou filme que você gosta e o porquê.

2 – Diga o nome de uma figura histórica que você gosta e o porquê.

3 – Por que você gostaria de ser bem sucedido nesse emprego?

4 – Fale sobre alguma coisa arriscada que você fez e o porquê.

5 – Existe algo que você queira adicionar?

Aparentemente era uma prova tranquila, visto que era mais um questionário para conhecer o perfil dos candidatos do que um teste de habilidades e que a maioria não entendia nada sobre o mercado, a única referencia que tinham era que Dennis era muito rico e estava disposto a ensinar os outros a ficarem também. Os que conseguiram passar no teste foram convidados a uma entrevista na C&D Commodities que seria feita pelos próprios. As entrevistas eram diferentes das realizadas em ambientes corporativos, Dennis e Eckhardt conversavam sobre variados assuntos, como xadrez, existencialismo e os mercados, buscavam pessoas autênticas, com personalidade forte e se possuíam habilidades quantitativas e familiaridade com “riscos”.

No teste aplicado existia uma pergunta (questão 4) relacionada a coisas arriscadas feita pelo candidato, essa pergunta era crucial no teste, visto que por meio delam poderiam julgar as habilidades dos interessados em relação aos riscos, por exemplo, um dos candidatos disse que dirigiu com uma garrafa de uísque no porta-malas por meses em uma viagem na Arábia Saudita, visto que isso implicaria em prisão e ser deportado do país, já outro candidato disse que levou uma hora para chegar em um jogo de basquete no qual ainda não possuía ingresso e contava comprar com um cambista na hora. Na avaliação dos entrevistadores o segundo candidato teve um risco bom comparado com o benefício de ver um jogo importante e foi contratado, já o primeiro se expôs a muito risco só para poder consumir um pouco de uísque, não compensando o risco beneficio e não sendo contratado.

Quem foi aprovado recebeu um válido por 5 anos, mas poderia ser cancelado a qualquer momento por Dennis, constava também que não iriam precisar pagar pelos eventuais prejuízos e que os 15% dos trades lucrativos não precisariam ser usados para cobrir os prejuízos e que eles iriam negociar depois de algumas semanas de treinamento. Algumas exigências foram feitas, como: não poderiam negociar com contas próprias, não trabalhar para outras pessoas e manter sigilo absoluto sobre o sistema de trading da C&D Commodities pelo tempo mínimo de 5 anos, todos aceitaram. A origem do nome Turtles para o seleto grupo era porque em uma viagem a Cingapura, Dennis visitou um local onde se criava tartarugas e quando foi pensar em um nome para seu grupo de cobaias, decidiu por Turtles já que eles tentariam “criar traders” da mesma forma que se cria tartarugas em Cingapura.

Alguns dos “Turtles”

Jim Melnick – porteiro da Chicago Board of Trade

Mike Carr – trabalhava no jogo D&D, o famoso RPG Dungeons & Dragons.

Jiri “George” Svoboda – imigrante e jogador profissional de Blackjack.

Michael Cavallo – possuía MBA de Harvard.

Erle Keefer – ex-piloto da Força Aérea Americana

Mike Shannon – ex-traficante, ex-presidiário, na época corretor de commodities.

Após assinarem os contratos e acertar tudo com os turtles, estes foram submetidos a um treinamento, onde as aulas eram dadas por Dennis e Eckhardt. As aulas abordavam assuntos típicos dos mercados e trading. Eckhart foi quem deu a maior parte das aulas relacionadas às estratégias operacionais, e Dennis contava mais histórias, inspirando e instigando os turtles.

O sistema que foi ensinado aos Turtles era um de trend-following, onde existiam dois tipos de entrada numa operação, a s1 e a s2. A técnica de entrada s1 era feita em um break-out de quatro semanas em alguma commodity e as saídas eram novamente break-outs, porém de duas semanas e na direção oposta. Já a s2 sinalizava sinais de entrada em break-outs de onze semanas e saídas em break-outs de quatro semanas, e a entrada s2 era utilizada nos casos em que era perdida a entrada s1. Ensinaram também uma técnica de position sizing, onde se misturava sistema de volatilidade com o de porcentagem.

Quando concluíram o treinamento, os Turtles trabalhavam em uma sala que Dennis escolheu e a sala era dividida em cubículos, onde continha papel, caneta e um telefone, somente. Eles apenas faziam os trades por telefone e os registravam em uma folha de papel carbono, deixavam a cópia no escritório e pronto. Além disso, eles não tinham supervisores, eram só eles quase o tempo todo. As pequenas cobaias se dedicaram, trabalharam muito no inicio, visto que não tinham experiência nenhuma era de se esperar uma estranheza até se adaptarem aos mercados, e no segundo ano os resultados melhoraram muito.

Retorno anual de alguns Turtles nos quatro primeiros anos:

030 - Quinta - Marcelo - Turtles 02

Conclusão

Esse experimento mostrou-se satisfatório no decorrer dos anos, estima-se que mais de 145 milhões de dólares foi gerado pelos Turtles, uma quantia belíssima, lembrando que ninguém entendia bulhufas de nada dos mercados e geraram um patrimônio dessa magnitude é impressionante. O sistema dos Turtles de operar é interessante, destacando-se pela técnica de position sizing, buscando entradas baseando-se na volatilidade e porcentagem. E o ponto crucial do livro é que, aparentemente eles conseguem provar que especulação não é só pra quem nasce com a habilidade, mas sim pra quem trabalha arduamente e busca sempre se disciplinar e obter conhecimentos técnicos e principalmente emocionais.

 

Marcelo Sampaio

030 - Quinta - Marcelo - Turtles 03

Deixar um comentário