Artigos

A Youtrading disponibiliza para você uma série de artigos

Derrapagem (Slippage)

//
Posted By
/
Comentário0
/
Categories

– O QUE É DERRAPAGEM E COMO ELA ACONTECE?

Um evento relativamente comum que ocorre no Mercado Internacional de Câmbio, mas que pouca gente entende é a derrapagem ou slippage, em inglês. A derrapagem nada mais é do que a execução da ordem fora do valor inicial pré-estabelecido para execução da mesma. Mas por que ela acontece?

Diferentemente do Mercado de Ações, em que os papéis são negociados em uma determinada Bolsa de Valores durante o seu pregão, o Mercado de Câmbio é descentralizado e funciona por 24 horas.

Desta maneira, as cotações que aparecem no gráfico da sua plataforma são as melhores ofertas de momento oferecidas pelos grandes bancos globais, que são os principais responsáveis pela liquidez ao Mercado. Assim, as corretoras, que são os intermediários entre o cliente e os bancos, ao executar as ordens dos seus clientes, sempre buscará o melhor preço de momento para repassar.

Porém, esta liquidez do Mercado Global não depende da corretora. Se em um determinado momento não tivermos negócios, simplesmente existirá uma lacuna nos preços (gaps) fazendo a cotação “pular” para o próximo preço a ficar disponível.

Este acontecimento é muito comum durante a divulgação de notícias de alto impacto, abertura e fechamento do mercado e no período noturno, quando acontecem o que chamamos de Roll Over das posições, onde para ativos SPOT existe o pagamento de SWAP.

A característica comum de momentos como estes é que geralmente um pouco antes de tais acontecimentos, temos uma queda substancial na quantidade de negociações, diminuindo a liquidez do Mercado e zerando as ofertas e demandas para o nível de negociação que o Mercado trabalhava até então (naquele nível de preços não teremos oferta nem para comprar nem para vender). Após a ocorrência do fato gerador da queda de liquidez/aumento da volatilidade no Mercado (sejam notícias, Roll Overs, Aberturas/Fechamentos), os preços se adequam a nova realidade visualizada pelos Operadores que digeriram a novidade e já não aceitam os preços pré existentes para suas negociações e, desta forma, costumam fazer o mercado “pular” para os próximos níveis de preços que os agentes aceitam trabalhar para suas ofertas de compra e venda. É isto que gera a derrapagem das ordens que já se encontravam programadas no sistema, pois foram ativadas uma vez que o nível de disparo foi alcançado, porém o valor de entrada/saída desejado já não se encontra mais disponível e será dessa forma executada no que estiver sendo cotado naquele momento.

Traders iniciantes geralmente se assustam com estes eventos nas primeiras vezes até entenderem o funcionamento da derrapagem. Devido a este ser um fenômeno próprio do Mercado, as corretoras sérias, tradicionais e devidamente regulamentadas em países com tradição em negociações financeiras não tem responsabilidade pelo fato de isto acontecer.

 

derrapagem1
– NON-FARM PAYROLL OU FOLHA DE PAGAMENTO DOS EMPREGOS NÃO AGRÍCOLAS DOS EUA. O “REI” DA DERRAPAGEM:

Talvez, a notícia de alto impacto que mais gera derrapagens rotineiras nos Mercados é o chamado “payroll” americano. É o principal dado macroeconômico da agenda Global de notícias pois está relacionado ao nível de emprego da economia dos EUA e é divulgado toda primeira sexta-feira do mês.

Os grandes players costumam ficar de fora momentos antes da divulgação e por ser um dos principais indicadores da saúde econômica dos EUA, sua divulgação causa uma avalanche de ordens assim que os dados divulgados são interpretados. Essa parada nas negociações novamente deixa o Mercado com pouca liquidez e torna comum a derrapagem das ordens. A seguir, listamos alguns exemplos baseados nos gráficos e na plataforma de controle da Bloomberg, a mais confiável de todas, pois reúne as cotações de todos os principais Bancos Globais provedores de liquidez.

 

derrapagem2

 

– A DERRAPAGEM TAMBÉM COSTUMA ACONTECER NA VIRADA DO DIA, DURANTE O ROLL OVER (SWAP CAMBIAL). VAMOS ENTENDER:

À meia-noite, na virada de todos os dias, ocorre o Roll Over (swap cambial). Grandes players costumam encerrar suas operações antes das 0h00 para não pagarem o swap quando a posição que estão segurando é pagadora (o SWAP diz respeito ao débito/crédito diário existente na manutenção de posições abertas nos pares de moedas e os valores tem como base o diferencial da taxa de juros e inflação dos países correspondentes às moedas).

Por exemplo, a taxa de juros do Dólar Australiano é maior que o Dólar Americano, portanto, uma posição vendida de um dia para o outro no AUDUSD, sofrerá uma cobrança de swap proporcional aquele período para que se mantenha aberta.

Sendo assim, para se evitar essas cobranças, grandes instituições costumam encerrar suas ordens e esperar a virada. Neste momento, acontece novamente a baixa liquidez, que pode proporcionar a derrapagem para aquele determinado nível pré roll over, por não existir mais oferta de ativo para compra ou venda.

 

derrapagem3

 

– ATENÇÃO PARA AS ORDENS PENDENTES E AUMENTO DO SPREAD

O slippage também pode atingir as ordens pendentes. Quando o Trader programa uma ordem pendente, ele passa o comando de execução para o Mercado, pois o disparo da ordem se dará quando a cotação alcançar um determinado nível por ele pré-estabelecido e quando os preços chegarem naquele nível determinado, a ordem se tranforma em uma ordem normal à Mercado, a qual buscará o melhor preço disponível naquele momento e como conversado acima, dificilmente o mesmo se encontrará no nível desejado. Atenção especial também para a variação do spread. Mercados com pouca liquidez proporcionam spreads maiores e isto também pode influenciar a execução das ordens em pontos diferentes dos pré-estabelecidos. Um alargamento do spread pode fazer uma ordem de compra abrir antes e uma ordem de venda fechar além do preço esperado com spreads normais.

– AS ORDENS SEGUEM UMA FILA. QUAIS CHEGAREM PRIMEIRO, TERÃO PRIORIDADE:

Por fim, a fila de chegada das ordens é respeitada. Dessa maneira, as primeiras ordens a chegarem no servidor da corretora terão a prioridade da execução. Se muitas ordens chegarem ao mesmo tempo, pode se formar uma fila grande e se calhar de ser num momento de estouro do mercado, até a execução de todas elas, poderemos ter derrapagem novamente.

– SEU TRADING SYSTEM: Fique atento a estas dicas e procure desenvolver sua estratégia de forma consciente, sabendo que a derrapagem é um evento normal do Mercado Financeiro e que pode acontecer sempre que a liquidez diminuir. Dessa forma, se o seu setup sofre com as derrapagens, em vez de perder tempo buscando receirizar a culpa pelo seu insucesso, adapte-o à realidade do Mercado buscando uma performance sustentável.

Rodrigo Rebecchi

Deixar um comentário